FANDOM


Amo você. Com espinhos e tudo.

– Tamlin para Feyre, Corte de Espinhos e Rosas.

Tamlin é o Grão-Senhor da Corte Primaveril. Ele trouxe Feyre para o reino imortal e é amigo próximo de Lucien Vanserra, seu emissário.

Aparência

Tamlin é descrito com um jovem de aparência muito bonita, ele é alto com a pele bronzeada e corpo musculoso de guerreiro, aperfeiçoado ao longo de várias centenas de anos. Ele de início usa uma requintada máscara de ouro incrustada com esmeraldas com formas espirais de folhas que cobriam seu nariz, bochechas e sobrancelhas. Ele tem um longo cabelo loiro dourado e olhos verdes profundos salpicados de ouro.

Sua forma animal é uma criatura do tamanho de um cavalo com um corpo parecido com o de urso, ele se move com uma fluidez felina, possui uma cabeça nitidamente lupina e enormes chifres parecidos com alces, suas garras negras, como punhais e presas amarelas, podem infligir danos mortais a seus inimigos.

Personalidade

Tamlin é profundamente preocupado com a segurança de todas as pessoas que pertencem a sua corte e suas terras. As vezes é áspero, desconfortável e frio, mas isso porque ele não sabia como proceder quando falava com Feyre.

Sua vontade de proteger os outros, principalmente Feyre, acaba sendo excessiva e sua política quanto ao modo de comandar seu reino é rígida e dura, segundo as tradições e regras a risca.

Seu temperamento, apesar dele tentar controlar, pode ser facilmente lido pelos outros a sua volta.

História

Tamlin nasceu no Tribunal da Primavera, era o mais novo dos três filhos do Lorde da Corte da Primavera. O pai de Tamlin era amigo do rei de Hybern e Amarantha e muitas vezes viajavam juntos para Hybern . Foi assim que conheceu Amarantha e quando ela decidiu que o queria.

Durante a guerra, Tamlin era jovem demais para lutar. Ele nunca esperou - nunca quis - o título de seu pai. Então, no momento em que Tamlin teve idade suficiente, juntou-se ao exército de seu pai e treinou para que, algum dia, pudesse servir ao pai ou a qualquer um de seus irmãos que herdasse o título.

Durante as várias reuniões das Cortes ao longo dos anos, Rhysand e Tamlin se conheceram, ambos eram os mais novos de suas cortes, Primaveril e Noturna. Rhys começou uma amizade com Tamlin na infância, procurando-o sempre que conseguia fugir dos campos de guerra e das aulas.

O pai de Tamlin conspirou para matar o herdeiro da Corte Noturna, Rhys, tirando informação do próprio Tamlin sobre a localização de onde e quando estariam no deserto de Ilíria. Rhys deveria estar lá, e quando descobriram que ele não estava, mataram sua mãe e a irmã de qualquer maneira. Eles colocaram suas cabeças em caixas e as jogaram rio abaixo. O pai de Tamlin manteve suas asas como troféus pregados na parede de seu escritório.

Quando Rhys e seu pai descobriram, eles entraram na Corte primaveril de noite, quando chegaram lá, Rhys matou os irmãos de Tamlin. O pai de Rhys matou ambos os pais de tamlin e foi para o quarto do garoto mata-lo também, Rhys tentou detê-lo, mas seu pai não deu ouvidos. Ele ia matar Tamlin também, mas Rhysand não podia deixar o pai fazer isso, então ele parou seu pai diante da porta. Tamlin abriu a porta, viu-os - sentiu o sangue derramado do quarto de seu pai e matou o pai de Rhys.


Momentos depois, os poderes dos dois falecidos Grão-Senhores mudaram para ambos, respectivamente, coroando-os como os novos Grão-Senhores de suas cortes. Depois disso, Rhys saiu da Corte Primaveril, e desde então compartilham um ódio profundo um pelo outro.

Algum tempo depois de Tamlin se tornar o Grão-Senhor, mas antes do início da série ele queimou as asas da mãe e da irmã de Rhysand.

Corte de Gelo e Estrelas

Em construção.

Relações

Família

Seus pais e seus irmãos foram mortos por Rhysand e seu pai, após um ocorrido.

Tamlin teve um relacionamento difícil com a família, exceto com a mãe, que o criou e cuidou muito bem, a lembrança de sua morte é dolorosa para ele. Ele nunca quis ser um grande senhor, mas agora que ele é, ele se preocupa profundamente com aqueles sob sua responsabilidade.

Lucien

Desde que Lucien fugiu de sua casa na Corte de Outono e se juntou à Corte da Primavera como emissário de Tamlin os dois se tornaram amigos íntimos. Você normalmente pode vê-los comendo juntos e conversando animadamente um com o outro.

Feyre

No período inicial de Corte de Espinhos e Rosas, Feyre é obrigado por Tamlin a viver em suas terras. Tamlin a leva para sua corte onde ela está livre para vagar, mas proibida de fugir. Conforme a história avança, seus sentimentos por Tamlin se misturam entre um frio amargo e uma paixão ardente. Eventualmente, Feyre e Tamlin se apaixonam. No final, depois de mandar Feyre de volta para sua casa para mantê-la segura, Tamlin é levada para a Montanha por causa por não ter quebrado a maldição lançada por Amarantha. Feyre, incapaz de controlar seu amor por ele, se aventura para encontra-lo novamente.

Ela enfrente tarefas perigosas para poder reivindicar seu amor, Tamlin. Depois de completá-las com sucesso, Amarantha vai contra sua palavra de dar a Feyre a liberdade de Tamlin e do resto do povo aprisionado. Ela tenta matar Feyre e consegue, mas em seguida Tamlin mata Amaratha rasgada-a em tiras com seu poder.

Feyre é trazida de volta a vida como agradecimento por seus atos e para poder ficar com Tamlin.

Tamin torna-se controlador e obsessivo, após todo o sofrimento que  Feyre teve que passar, levando-o a acreditar que ela precisa de proteção. Ele a proibia de sair da propriedade. Feyre basicamente perdeu sua vontade de viver e era dolorosamente magra, tornou-se infeliz ao seu lado. Eventualmente, Tamlin foi longe de mais a ponto de trancá-la na casa. Depois que ela foi resgatada por Rhysand, Tamlin fez um acordo com o rei de Hybern para recuperá-la. Feyre fingiu estar sob o controle da mente de Rhysand e fingiu amar Tamlin novamente para salvar seus amigos. Tamlin levou Feyre de volta a sua Corte.

Eventualmente Feyre volta para Rhysand e deixa claro para Tamlin que não o ama mais e não voltará com ele. Mesmo após, Tamlin não deixa de a amar.